Richard Matheson - Ele é a lenda

“Chris, ‘aqui’ é grande o bastante para todo mundo ter seu próprio universo particular.”
Amor Além da Vida





Tema Macabro



Muito se fala de autores como Stephen King, Wes Craven, Guilhermo Del Toro, Clive Barker e suas contribuições para o cinema e literatura, especialmente no gênero de terror, mas é uma injustiça não citar um autor que, tanto pelo qualidade quanto pela quantidade de seus textos ao longo das décadas, merece estar entre os grandes escritores que contribuíram para o gênero e influenciaram gerações que vieram depois: Richard Matheson.

Embora o nome possa parecer desconhecido para alguns, Matheson foi um autor que trabalhou nos mais diversos meios, da literatura ao cinema, passando pela televisão, criando histórias originais, dando sua visão à histórias de outrem e principalmente criando narrativas memoráveis. Seu primeiro conto, Born of Man and Woman (Nascido de homem e mulher), apareceu na Magazine of Fantasy and Science Fiction in 1950. Muitos de seus contos como Third from the Sun (1950), Deadline (1959) e Button, Button (1970) são roteiros simples com final surpreendente; outros como Trespass (1953), Being (1954) e Mute (1962) exploram os dilemas dos personagens em vinte ou trinta páginas. Alguns contos, como The Funeral (1955) e The Doll that Does Everything (1954) incluem humor satírico.

Seu primeiro grande sucesso foi Encurralado (Duel, no original) de 1971, filme que escreveu baseado em um conto homônimo seu e que foi dirigido por Steven Spielberg.



Matheson teve também sua contribuição numa das melhores séries já feitas, Além da imaginação. Primeiro, com alguns contos seus adaptados para episódios da série e depois eventualmente passando a escrever alguns episódios, inclusive o clássico “Pesadelo a 20 mil pés de altura”, que foi protagonizado por Willian Shatner (e parodiado num episódio de Halloween dos Simpsons)



O autor também escreveu diversos romances literários, entre os quais podemos destacar O Incrível homem que encolheu e Eu Sou a Lenda, ambos levados para as telas de cinema. Como você deve ter percebido Matheson, assim como a maioria dos grandes autores, não se limita apenas a um gênero e suas contribuições vão muito além do do terror. Entre clássicos como Em algum Lugar do Passado, com Cristopher Reeve (filme preferido do Freud) e recentes produções como Ecos do Além, com Kevin Bacon, Richard Matheson influenciou todas as gerações que se seguiram com suas histórias cheias de conflitos, tensões, e questionamentos. Além disso, também foi roteirista dos dois longa-metragens que deram origem à série Kolchak e os Demônios da Noite e de filmes como Amor Além da Vida (estrelado por Robin Williams)






Não apenas histórias, Richard Matheson inspirou autores, conceitos, criou padrões e influenciou grande parte da produção cinematográfica fantástica que vemos hoje, incluindo especialmente o gênero que tratamos nesta coluna, o terror. Um autor completo, e indispensável para o Madrugada Macabra.

Curiosidades:
- Na série Arquivo X existe um senador chamado Richard Matheson, em homenagem ao autor;
- Eu sou a Lenda, um dos mais conhecidos livros do autor, já teve 3 adaptações cinematográficas: The Last Man On Earth (1964), estrelado por Vincent Price, The Omega Man, com Charlton Heston e mais recentemente I am Legend, protagonizado por Will Smith;
- Matheson também escreveu o episódio “O inimigo Interior” da série Star Trek;
- Apesar do filme Ecos do Além ser recente (1999), ele é baseado em um livro de Matheson de 1958;
- Na juventude, Matheson alistou-se no exército e passou toda a Segunda Guerra como soldado de infantaria;
- Encurralado foi inspirado num incidente em que ele e um amigo trombaram com um grande caminhão;
- A idéia por trás de Em algum Lugar do Passado começou quando Matheson viu um poster com uma bela fotografia de Maude Adams (atriz do início do Século XX) e imaginou o que aconteceria se alguém se apaixonasse por uma fotografia antiga como aquela;
- No jogo Silent Hill há uma rua com seu sobrenome em sua homenagem.



Na próxima Madrugada:
A verdade pode estar lá fora, mas tudo o que você precisa saber está aqui dentro. Na próxima semana, o Madrugada Macabra abre ao público Os Arquivos X.

Nome do Autor

Rafael Rodrigues

Filósofo, redator publicitário, promotor da ciência, roteirista de quadrinhos, professor de informática e pseudoblogueiro. Um homem que gosta de coisas simples, como Quadrinhos, Cinema e Ciência. Sabe, coisas normais.

Leia Mais sobre Rafael Rodrigues...
Related Posts with Thumbnails
blog comments powered by Disqus